Sempre que ficamos próximos do dia 18 de abril, dia de muita importância para nós, os espíritas cristãos, entendemos que se tivéssemos que eleger a data mais importante para a nossa religião e nossa filosofia, com certeza o 18 de abril seria eleito.

Pois foi em 18 de abril de 1857 que Allan Kardec, na cidade de Paris, capital da França, lançou o Espiritismo para o Mundo, com a publicação de “O Livro dos Espíritos”.

Quando estudamos a história de “O Livro dos Espíritos”, nós iremos notar que na sua primeira edição havia apenas 501 perguntas e naturalmente 501 respostas; isso ocorreu em 18 de abril de 1857.

Após três anos, em 1860, Allan Kardec, juntamente da Espiritualidade Superior e sob a coordenação do Espírito da Verdade, lança a edição que temos na atualidade, contendo para alguns tradutores 1018 perguntas e respostas, e para outros tradutores 1019 perguntas e respectivas respostas.

Podemos notar que “O Livro dos Espíritos” é diferente dos demais livros sagrados ou que marcam o nascedouro das demais religiões. Essa obra importante nada mais é do que significativo e transcendente diálogo entre Allan Kardec, que se encontrava encarnado, com os Espíritos.

Tudo sob a coordenação do Espírito da Verdade. É incrível que neste livro o Codificador toca em assuntos relacionados à religião, ciência e filosofia, expressando temas em que nenhuma questão é mais importante que a outra, mas em que um completa o outro.

✉ Fique Atualizado!



Rádio On-line Vivência Espírita

Nós temos em nossas mãos uma pedra preciosa com “O Livro dos Espíritos”, e por vezes não sabemos utilizá-las a nosso favor.

Quando lemos, logo nas primeiras perguntas, a Espiritualidade Amiga fala sobre Deus, nós vemos a beleza nos ensinamentos; quando fala a respeito da vida no Mundo Espiritual, das Leis Divinas e Imutáveis, do quanto Deus é justo e bom, aprendemos com o advento desse livro que a morte não existe, essa obra nos faz relembrar o que Jesus havia nos ensinado séculos atrás.

Estudar e assimilar todo o conteúdo deste extraordinário livro não se dará do dia para a noite.

Ouso a afirmar que para compreendermos ele em sua totalidade, levará algumas encarnações, pois tudo para nós é muito novo. E tudo que é novo choca no seu início.

Para quem não teve a oportunidade de ler e estudar “O Livro dos Espíritos”, não a adie mais, pois não há como entender o Espiritismo Cristão sem passar pelo “O Livro dos Espíritos”.

Seria o mesmo de começar uma casa pelo telhado.

Temos que alicerçar bem nossa fé, nosso acreditar. Comecemos pelo começo… e o começo é através desta obra monumental!

André Luis Chiarini Villar

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Share via
Send this to a friend