Entre no canal

Em torno do trabalho missionário de Chico Xavier, as críticas mais contundentes já foram formuladas pelos que, evidentemente, não conhecem as suas Obras mais que superficialmente.

Eis alguns exemplos do que já se disse e se escreveu a respeito, e ainda se divulga via Internet, sem o menor senso de ridículo pelos que lhe assumem a autoria:

– André Luiz é um espírito Umbralino…

– Emmanuel é um padre jesuíta que pretende chefiar o Movimento Espírita Brasileiro…

– O livro “Nosso Lar” é de autoria de um espírito obsessor de Chico Xavier…

– Chico, com as suas obras mediúnicas, é responsável pelos rumos do Espiritismo Evangélico no Brasil…

– Chico de Pedro Leopoldo é um, e Chico de Uberaba, é outro…

– Allan Kardec foi o Codificador, e Chico Xavier foi apenas um médium…

Quando afirmamos acima que esse pessoal não possui senso de ridículo é porque, em nossa opinião, para alguém se arvorar em crítico das Obras Mediúnicas de Chico Xavier, necessita de possuir invejável currículo, e não ser – desculpem! – um Zé das couves!…

E não estamos nos referindo apenas e tão somente à folha de serviços prestados à Doutrina, desse ou daquele, no campo literário, mas, principalmente, no campo do apostolado.

A coisa mais fácil que existe é você pegar um microfone e começar a falar mal sobre aquele que, no fundo, lhe causa inveja. E – pasmem! – em torno de Chico, mentiras a respeito de sua vida pessoal têm sido inventadas. Há pouco tempo, inclusive, soubemos que, circulando em Portugal, corre a notícia de que, no Brasil, Chico teria apoiado um ditador do regime militar…

✉ Fique Atualizado!



Campanha Livro Chico Xavier

--- Início da Publicidade --- --- Fim da Publicidade ---

A quem pertencerá semelhante boca caluniosa?! De minha parte, creio que ela não pertence a nenhum de nossos irmãos portugueses, mas, sim, a um de nossos muitos irmãos brasileiros que, em visita à Pátria-Mãe, vem tentando comprometer o trabalho de Chico por lá.

Chico, aqui mesmo no Brasil, pelos loucos de plantão, sempre a serviço das trevas, já foi acusado de tudo. Recordo-me, por exemplo, de que, certa vez, apareceu uma mulher grávida dizendo que o filho pertencia a ele… Recebendo a notícia com a maior naturalidade do mundo, Chico disse diante de todos, numa das reuniões da “Comunhão Espírita Cristã”: – Que seja marcado um exame médico e provarei que, nesta vida, eu nasci sem a menor condição de ser pai…

A vida de Chico sempre foi assim, desde quando, com a desencarnação de sua mãezinha, Maria João de Deus, ele foi entregue às mãos de uma senhora perturbada, através da qual, as trevas tentaram matá-lo com espancamentos constantes e garfos enfiados em sua barriga.

Tudo, no entanto, que vemos articular-se contra Chico Xavier, no Brasil e no Exterior, objetiva, principalmente, combater a realidade de que ele foi a reencarnação de Allan Kardec, o Codificador. Para que Chico não seja a reencarnação de Kardec, tem gente que é capaz de vender a alma – sim, porque vende a sua opinião, em deprimente tráfico de influência!…

Sinceramente, dá-me pena de saber da existência dessa orquestração contra a tarefa abençoada que Chico foi chamado a desempenhar na Terra, sob a égide do Cristo – ultimamente, ele vem sendo chamado de simplório, personalidade fraca, subserviente, alienado, e, até mesmo, de alguém que lutava com conflitos no campo da sexualidade.

Todavia, em matéria de conflitos no campo da sexualidade, eu creio que, na Humanidade inteira, muito poucas pessoas, principalmente as mais moralistas, escapariam de uma espécie de operação “lava jato”…

A verdade, no entanto, é que, dentro ou fora da seara espírita, os que, velada ou abertamente, criticam o trabalho de Chico Xavier, não conseguem lhe chegar aos pés, e, antes de abrirem a boca contra ele, deveriam procurar se olhar melhor no espelho, a fim de que, de maneira consciente, possam se reduzir ao tamanho exato de sua própria mediocridade.

INÁCIO FERREIRA

 

Uberaba – MG, 3 de outubro de 2016.

Fonte: http://inacioferreira-baccelli.zip.net/arch2016-10-01_2016-10-31.html

--- Publicidade ---

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Share via
Send this to a friend