Entre no canal

(Diálogo com um amigo)

– Doutor, e a “Parábola do Bom Samaritano”?…

– Linda! Uma de minhas preferidas…

– Mas…

– O que foi?! Você não gosta dela?!…

– Não, não é isso… O problema é que, na atualidade…

– Ela nunca foi tão atual – aliás, todas as Palavras de Jesus nunca foram tão atuais!…

– Sim, mas como a gente pode socorrer quem esteja caído na estrada?!… Hoje em dia…

– Assaltos e…

– Pois é! O senhor vai me desculpar, mas não dá para a gente exercer a caridade assim… Os tempos são outros!…

– No entanto, os caídos são os mesmos… Não estão descendo de Jerusalém para Jericó, mas continuam caindo em poder de perigosos assaltantes…

– Doutor, como haveremos de enfrentar esses assaltantes, armados até aos dentes?!…

– Você precisa pensar diferente… Jesus, na Parábola, não está pedindo para alguém enfrentar assaltante armado, e nem para expor-se a qualquer perigo que, nos dias atuais, seja evidente…

– É o que estou dizendo… A “Parábola do Bom Samaritano” parece ter perdido a sua atualidade, o senhor não acha?!…

– Não acho, não.

– Como?!…

✉ Fique Atualizado!



Campanha Livro Chico Xavier

--- Início da Publicidade --- --- Fim da Publicidade ---

– Escuta: e os caídos dentro e fora de casa, rentes a nós?! E os nossos amigos e vizinhos, que, não importando a hora do dia ou da noite, caem vitimados pela depressão, pela angústia, pelo desespero?!…

– ?!…

– Você está pensando apenas nos assaltantes encarnados de punhal e revólver na mão, esquecendo-se dos “assaltantes” invisíveis, daqueles que, por exemplo, fazem tantas vítimas no campo da obsessão…

– Realmente…

– Para imitar o Bom Samaritano, você, muitas vezes, não precisa sair de dentro de casa, porque são muitos os familiares que se encontram tombados ao peso de grandes provações…

– Eu não havia pensado nisso…

– Pois convém, meu amigo, porque, com aqueles que vivem clamando por socorro bem junto a nós, continuamos a copiar a indiferença do sacerdote e do levita, passando ao largo…

– É verdade…

– Aliás, enxergar caídos dentro de casa, ou nas imediações, é mais difícil do que enxergar caídos na rua… Neste sentido, o próximo do candidato a Bom Samaritano é o mais próximo mesmo!…

– Agora eu creio que nenhuma Parábola de Jesus requer uma aplicação tão emergencial quanto essa, Doutor, pois, neste sentido, vejo caídos em toda parte…

– No entanto, meu amigo, maior que o número dos caídos, e que o dos próprios assaltantes, é o dos sacerdotes e dos levitas, que não estão nem aí para os que se encontram no chão!…

INÁCIO FERREIRA

 

Uberaba – MG, 17 de outubro de 2016.

Fonte: http://inacioferreira-baccelli.zip.net/arch2016-10-01_2016-10-31.html

--- Publicidade ---

1 Comentário

  • É verdade, dentro dos nossos relacionamentos, tem muita gente precisando ser levantado.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Share via
Send this to a friend