Entre no canal

Paulo, o Pedinte – II

– Pega, ou larga?! – insisti ante a hesitação de Paulo.

– Decidir assim, tão depressa?! – retrucou. – A gente tem que ter um tempo para pensar… Eu pensei que…

– Pensou o quê, meu caro?!

– Que morrer seria diferente… Pensei que a gente fosse descansar…

– Você descansou a existência inteira… Em que trabalhou?! Conte-me…

– Bem, eu… Nunca fui assim de ficar num serviço só… Ficava uns tempos num, uns tempos noutro…

– Paulo…

– Depois de desencarnar, a gente tem que trabalhar mesmo, Doutor, para valer?! O senhor deve estar brincando…

– Olhe para a minha cara…

– O senhor, não nego, é uma pessoa muito simpática – não se trata de beleza, beleza, mas…

– Pega, ou larga?!…

– A vassoura?!…

– A vassoura, e o lápis!…

– O lápis também?! Não, Doutor, o lápis?!…

– Trabalhar e estudar…

– Para que saber assinar mais que o próprio nome?! Doutor, quanto mais a gente conhece, mais a gente sofre…

– Prefere a rua, não é?!…

– Tenho muitos amigos… Quando eu me canso, onde estiver, paro, deito e durmo – debaixo de uma marquise, da sombra de uma árvore…

Fez uma pausa e falou:

– Tenho o que comer… As pessoas são boas, generosas… Sempre ganho um lanche, uns trocados… Eu não sei… O mundo dos homens é muito complicado – na rua, eu vivo em paz…

– Complicado?!…

– Os que moram na Casa de Deus bagunçam demais… Ambição, orgulho, uma briga sem fim…

– Você não está fora da Casa de Deus – ninguém está! Você é um de seus inquilinos, e não quer pagar o aluguel…

– Aluguel?!…

– Paulo, o que você tem dado em troca pelo ar que respira, pela luz do Sol e, até mesmo, pela beleza das flores?! Conte-me…

– Uai, eu usufruo…

– Não se sente devedor?! Não percebe que o Cristo, o Pedinte dos Pedintes, está de mãos estendidas para você?! O que você já lhe deu?! Quantas moedas de sua boa vontade para colaborar com Ele na construção do Mundo Melhor?!…

– Eu não tenho nada…

– Que vergonha, Paulo! Você tem coragem de dizer que não tem nada… O egoísmo não ataca apenas quem tem dinheiro, não! O egoísmo é a pior das doenças que conheço…

– Não dou prejuízo a ninguém, nunca fiz mal a ninguém…

– E bem?! Você faz o bem?! Responda-me em sã consciência…

– Não faço o mal…

– Não é suficiente… Os omissos se omitem em favor do mal, e não em favor do bem…

– O senhor aperta muito a gente…

– Pega, ou larga?!…

– A vassoura, e o lápis?! – tornou a perguntar. – Os dois de uma vez…

– De uma vez só… Claro, você tem a opção de continuar vagando e… sofrendo!…

– Eu não sofro, Doutor?!…

– Não?!…

Paulo, pela primeira vez, chorou, e, começando a chorar, chorou como raramente tenho visto um homem chorar – com muitos anos de treino, sentou-se com facilidade no chão e, levando as mãos às faces, chorou feito uma criança crescida, que é o que o homem é…

Deixando que ele vertesse o rio das lágrimas que trazia represado no coração, puxei uma cadeira, sentei e… esperei.

INÁCIO FERREIRA

Uberaba – MG, 4 de Abril de 2021.

Fonte: http://inacioferreira-baccelli.blogspot.com/2021/04/paulo-o-pedinte-ii-pega-ou-larga.html

Antonio Nazareno Favarin Dr. Inácio Ferreira
Blog do Dr. Inácio Ferreria mantido pelo medium Carlos A. Baccelli
Site Oficial: Mediunidade na Internet
--- Publicidade ---

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Share via
Send this to a friend