Entre no canal

Senhoras e Senhores,

Anjo e carrasco… Muita diferença aqui, não é mesmo? Sombra e Luz… o Bem e o Mal… Qual dos dois nos identificamos nesse mundo de provas e expiações? Saberia dizer? Esse mundo de meu Deus está em conflito moral. Muitas mortes; muitos massacres; muito distanciamento entre espíritos encarnados e desencarnados. E a impunidade reina…

Nessa semana, vamos discorrer um pouco sobre o assunto, onde o instrutor Gúbio responde a André Luiz sobre a justiça oriunda naquela cidade estranha. Vejamos o que ele disse: “Quem se atreveria a nomear um anjo de amor para exercer o papel de carrasco?”. De fato temos muito que falar nessa citação.

Deveras reconhecemos que ninguém vive ao léu das próprias faltas, dos próprios desenganos, dos próprios erros. Sempre haverá alguém que intercederá por nós direta ou indiretamente segundo, claro, o nosso merecimento.

Digo aqui merecimento, porque nem sempre estamos à altura de reconhecer o auxílio a que tanto desejamos, não é mesmo? Às vezes Deus envia os recursos para nos auxiliar em determinada situação em que, raríssimas vezes, não nos revoltamos em não aceitar a ajuda segundo nosso próprio ponto de vista, segundo à gosto dos nossos próprios desequilíbrios.

Um exemplo que a maioria dos espíritas já sabe de cor e salteado é sobre a permanência de André Luiz no Umbral que demorou praticamente oito anos para sentir a presença mais próxima de Deus respondendo às suas lamentações.

Segundo o livro Nosso Lar relatado pelo próprio André Luiz pela mediunidade do saudoso Chico Xavier, naquela região em que se encontrava temporariamente, os seus residentes além de espíritos ignorantes, muitos eram maus, perversos e também carrascos. Haviam, sim, instalações de socorro qual a Casa Transitória Fabiano de Cristo, que resgatavam espíritos com uma relativa compreensão da sua situação das mãos de espíritos trevosos.

Mas, jamais encontraremos nessas furnas de sombras um espírito puro regendo à mão de ferro, espíritos que ainda ignoram a sua presença fraterna no objetivo sacrossanto de resgatar espíritos para vivenciar outros horizontes onde apenas a paz, o bem e o amor são dádivas do Divino Criador e Pai de todos nós.

Seguindo à citação acima temos: “Ao demais como acontece na Crosta Planetária, cada posição, além da morte, é ocupada por aquele que a deseja e procura”. Verdade verdadeira. Como sempre falo, somos aquilo que pensamos em que o pensamento é vida e sempre estará interagindo conosco segundo nossas aptidões ao bem ou aprisionados nos vícios oriundos pela nossa própria e exclusiva vontade.

Chico Xavier sempre visitou as penitenciarias no sentido de levar alento àqueles que ali se encontravam aprisionados. Era uma luz irradiante que surgia. Era o Amor na sua forma mais humana. Mas devemos convir que esses penitenciados estavam sob a coordenação de militares ou guardas rudes que lhes faziam a guarda. Nada de lhes passarem a mão na cabeça. Será????

Levando esse assunto para o mundo íntimo de cada um de nós, temos luz e sombra a gladiarem-se no sentido de ganhar a posse do próprio dono que, vez outra, estará mercê do bem ou do mal desejados. A nossa consciência seria, sim, o leme dessa nave espiritual transitoriamente regida por um corpo físico. Nela, segundo nosso conhecimento espiritual, religioso, familiar e pessoal conquistados, estaremos regidos por um anjo ou um carrasco. O anjo a consciência; o carrasco, o remorso que além de nos despertar, nos coloca justamente no degrau onde merecemos e não naquele que desejamos, por ora, em vão.

O homem em si tem preguiça de raciocinar, de pensar, de refletir. Vai sempre pela opinião dos outros não analisando se está indo por um caminho seguro ou afundando na areia movediça da dúvida e da intemperança. E agindo dessa forma, o seu pensamento sempre naufraga nas tempestades turbulentas onde o comando do seu mundo íntimo estará sempre à mercê de entidades obscuras que tem um cabedal de conhecimentos bem acima das suas vítimas.

Devemos então convir que esse carrasco que hoje assume a sua autoridade com o chicote da correção da mão violenta, chegará o dia em que essas mesmas mãos espalhará o perfume da carícia, do aconchego, da salvação, porque na evolução humana ninguém permanecerá eternamente nas sombras porque o lugar do espírito criado por Deus é na Sua Luz e na Sua glória.

E para que possamos refletir nisso tudo, quero simplesmente, aqui, dividir esses meus pensamentos com quem tem espaço sobrando no cérebro, desejos imensos de mudanças intelectuais e sentimentais e uma loucura descontrolada em assumir a leitura como meta, como norte, como guia de procurar, assim, conhecer a si mesmo na infinita Obra do Criador. Comigo, Leitor Amigo?

07/04/2022 – Até a próxima quinta-feira pessoal. Fiquem em paz.

Aécio César Aécio Emmanuel César
Médium de psicografia desde 1990, tarefeiro espírita na cidade de Sete Lagoas/MG.
--- Publicidade ---

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Share via