Entre no canal

Gregório… Que criatura sinistra como essa se nos envolve de sombras, ao mesmo tempo, banhado pelas claridades misericordiosas do Senhor? Mesmo sendo satânico, tem uma mãe que também custeia com os seus sofrimentos. Será que ela era aquela que dispensou o paraíso para envolver o filho que se encontrava no inferno interior que lhe queima os recessos da alma num misto de sofrimento e rebeldia? Com certeza, sim.

            Recentemente escrevi uma matéria chamada “Lázaros” em que colocava à baila a perseguição por um criminoso, sem deixar de acentuar aqui, que existem outros tantos Lázaros encontrados na política, na religião, na sociedade e até mesmo em nossos próprios lares. No mundo é fácil achar também os Gregórios… Iremos, todos, caçá-los?

            Pois bem. Hoje, Gregório não me fugirá à têmpera dos meus singelos pensamentos. Segundo sua mãe que foi pedir ajuda à Gúbio para regatá-lo das Trevas, relatado por André Luiz no seu livro “Libertação”, no seu capítulo III através da mediunidade de Chico Xavier temos na citação “Impressionado pelos imensos recursos do poder no passado distante, cometeu hediondos crimes da Inteligência”. Aqui daria várias e várias dissertações a respeito.

            Mais uma vez, coloco milhares de seres humanos como Gregórios, pois que nada os sustem de serrem também, mais uma vez, criminosos, usando da inteligência para macular as Leis Divinas que nos governam. Usamos, sim, muitas vezes, da falta de educação religiosa para agir – não livremente assim – às custas de uma ignorância maculada por escolhas não tão bem disseminadas. Acostumados pela impunidade que reina no país, acredita-se – em vão – que irão se safar da Misericórdia e Justiça Divinas. Ledo engano.

            Mesmo estando todos nós sob a Lei do Esquecimento, dentro de nós dormitam nossas faltas prontas para despertar à medida que vamos ganhando terreno das nossas faltas através do aguilhão da dor e do sofrimento. Elas se nos apresentam quais conta-gotas diferenciando tão somente das situações que nos abarcam na vivência e convivência conosco mesmos e depois com o nosso semelhante.

            Continuando com os dizeres da mãe de Gregório vamos analisar mais uma citação: “Internado em perigosa organização de transviados morais, especializou-se, depois da morte, em oprimir ignorantes e infelizes”. Aqui é um quadro lastimável em que muitas criaturas ainda em um corpo físico se deliciam, sem nenhuma gota de sensibilidade com seu semelhante. A opressão política e religiosa no mundo vem marcando a ferro e fogo muitos infelizes, mas, ignorantes, nem tanto. É uma onda de criminalidade a céu aberto.

Pelo visto, não precisa morrer pra que essa valentia escabrosa se fortaleça nos planos espirituais. Mas devo esclarecer aqui que os senhores do poder temporário aqui na Terra quando passarem para o mundo do Além, serão escravos de outros tantos maiorais do crime à espera de quantos obedeceram suas ordens diretas ou indiretamente no mundo. Hajam, pois, mães no contexto de socorrer seus filhos… haja Misericórdia Divina através do tempo e das horas para despertar essas almas crucificadas pelas hordas do mal… Hajam choro e ranger de dentes… Hajam remorsos como chicotes da alma insciente de princípios de amor no coração… Hajam palavras para contextualizar tantos egos em conflitos… Hajam trabalhos de conscientização e de resgates desses párias da Criação… Haja… Haja… Comigo Leitor Amigo?

02/12/2021 – Até próxima quinta-feira pessoal.

Aécio César Aécio Emmanuel César
Médium de psicografia desde 1990, tarefeiro espírita na cidade de Sete Lagoas/MG.
--- Publicidade ---

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Share via