Entre no canal

Amor… Sentimento tão sublime que ainda não sabemos o seu real significado. Você que irá ler meus comentários dessa semana, estaria pronto para Amar? Digo Amar. Não esse amor egoístico travestido de paixão que o sujeitamos aos nossos deleites bestiais.

            A humanidade em si se arvora em conceitos falhos sobre o Amor. Paixões avassaladoras, cruéis, sanguinárias estão dando campo a um amor que não existe entre as criaturas. Muito corpo a corpo… menos alma com alma.

            Uma grande porcentagem da humanidade na Terra, se atraem por interesses mesquinhos, pela beleza passageira, pela riqueza por demais temporária. São sonhos ilusórios em que homens e mulheres se travestem em ovelhas, sendo por dentro lobos vorazes. Mortes horrendas vem solapando sonhos inacabados. Tudo gira em torno do dinheiro fácil, da paixão inveterada e sem controle.

            Difícil alguém parar para raciocinar sobre atos cruéis que vem a galope impregnando-se com os miasmas das sombras que destoam toda uma realidade. Incompreensível essa matança desordenada em que Deus e o Cristo não encontram respaldo para tanta selvageria. Já parou você, para refletir no que pensa, fala e faz? Sei que é difícil aceitar os próprios desequilíbrios que, mesmo guardados a sete chaves, um dia vem a tona como a um vulcão furioso e sem controle.

            É… e assim caminha a humanidade… Para onde irá, desgovernada assim? O que sente uma pessoa que levanta e dorme sem nenhum sentimento no coração? Será que existe uma luzinha que seja quando pensamentos infelizes lhe visitam a alma desguarnecida de vigilância e de prece?

            Segundo o tema que vamos tratar hoje, vamos ver o que a mãe de Gregório nos brinda com as suas palavras de luz a Gúbio que irá resgatá-lo das Trevas abismais relatado por André Luiz no livro “Libertação” no seu capítulo III intitulado “Entendimento” pela mediunidade de Chico Xavier. Vejamos a citação: “… só aquele que sabe amar e suportar consegue triunfo nas consciências que se degradaram no mal”. Esse Amor é que estou tentando mostrar para você. Amor espiritualizado. Amor sem máscaras. Amor voluntário, sem pressões. Amor… simplesmente puro Amor.

            O Amor de Deus quando o sentimos mais forte dentro de nós é divina sinfonia de paz aos corações em que ele é compartilhado. A sua semeadura é repleta de luzes que encaminham com segurança todos aqueles que não temem a escuridão e nem mesmo as adversidades do caminho porque de si irradia luz própria. Almas, nele, altruístas, recolhem em seu regaço todo aquele irmão em desespero, preso temporariamente pelos seus atavios instintivos que o levou a desmoronar a própria consciência.

            A alegria em servir espanta toda névoa de tristezas, de tédio, de desavenças, porque no Amor se encontra o antídoto eficaz para as dores morais que escravizam muitos irmãos em estado hipnótico com as sombras.

            Que a semeadura do bem se faça mais presente, principalmente nos lares que é a célula principal de toda sociedade em que se refletirá, neles, o seu caminhar de equilíbrio ou de destempero. Que os pais e mães sejam mais presentes com a sua prole, abençoando-a com diálogos fraternos, com orientações seguras, como a benção do abraço carismático enaltecendo com mais vigor os ensinamentos de Deus e do nosso Irmão Maior Jesus Cristo. Tudo isso é questão de tato espiritual. Tudo isso se concretiza com as bênçãos da Misericórdia Divina sempre ativa em nossos passos e em nossos pensamentos.

            E novamente volto a lhe perguntar: Estaria pronto para Amar a Deus, acima de tudo e de todos e ao próximo como amamos a nós mesmos? É tão fácil que se tornou uma muralha a ser escalada, não é mesmo? Até quando, Leitor Amigo?

UM FELIZ 2022 PARA TODOS VOCÊS QUE SEGUEM MINHAS MATÉRIAS. MUITA PAZ.

Aécio César Aécio Emmanuel César
Médium de psicografia desde 1990, tarefeiro espírita na cidade de Sete Lagoas/MG.
--- Publicidade ---

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Share via
Send this to a friend