Entre no canal

Que é Deus… “Inteligência Suprema, causa primária de todas as coisas”. Primeira pergunta feita por Kardec aos Espíritos Superiores que o orientaram na sua primeira obra da sua lavra “O Livro dos Espíritos”.

O homem, por sua vez, tenta visualizá-lo de todos os modos segundo seus pontos de vista pessoal, como também de seu cunho religioso ou não. Você Leitor Amigo como visualiza o Criador? Uma Energia inconcebível ou fundamentalmente com uma forma humana? Ele é para nós, Presença fundamental em todos os quadrantes dos universos criados pela Sua augusta vontade, sendo Incriado, Eterno, Imutável, Imaterial, Único, Onipotente e soberanamente Justo e Bom, cria a Vida Eterna e Imortal configurada em Seus filhos. Somos parte da Sua criação. E para que nos sentíssemos mais achegados a Ele, deixou em nós Seu DNA divino. Para os críticos mais exaltados não estou divulgando o panteísmo. Ok? Só temos algo de divino em nós.

            A evolução é uma longa escada por onde vamos aos poucos lidando com as virtudes que temos em nossos sentimentos procurando desenvolvê-las segundo a nossa capacidade de interagir com a Sua Luz. Dessa caminhada segura em seus princípios fundamentais de conhecimentos, vamos abrangendo mais e mais a capacidade de também desenvolver nossas capacidades psíquicas em qualquer plano em que ora nos estagiamos.

A Sua força é tão forte que mesmo tentando desviar-nos para os pródromos sombrios da ignorância, ela se integra em todos os sentidos, de todos os modos, materializada ou fluídica. Deus nos possibilitou de adorá-Lo acima de todas as coisas dando-nos a razão e sentimento para tanto. Cada um de Seus filhos a desenvolveria segundo a capacidade de compreendê-Lo. Mas como isso seria possível, na condição humílima em que estamos? E algo gigantesco sendo nós como o pó das estrelas?

Na caminhada de ascensão, procuramos, segundo vamos desenvolvendo nossa razão, um atalho – por demais inequívoco – para abreviar nossos passos rumo à perfeição. Mas, com esse impulso, somos submetidos às consequências dessa desdita. E sem que saibamos, dessa engrenagem, somos atraídos para mundos em que, neles, possamos haurir nossas faltas e nossos erros da melhor maneira possível segundo a vontade de nosso Pai e Criador.

E as reencarnações e desencarnações sucessivas – essas na sua grande maioria compulsórias – nos fazem refletir na medida do possível a Sua abrangência em nossos passos, em nossos sentimentos, nas nossas escolhas e em nosso livre-arbítrio.

Seguindo esse raciocínio vamos ver o que narra André Luiz em seu livro “Libertação” pela mediunidade de Chico Xavier, no seu capítulo III, intitulado “Entendimento”, quando uma mãe procura o instrutor Gúbio no sentido de resgatar seu querido filho das zonas mais sombrias do Umbral. Ela diz a ele: “Estamos presos, diante de Deus, pelo magnetismo divino tanto quanto as estrelas que se imantam umas às outras, no império universal”.

            Interessante tal citação. O determinismo divino opera firmemente na nossa caminhada rumo a Ele no sentido de compreendê-Lo em essência e verdade. E por que Ele nos facilitou o livre-arbítrio diante das nossas escolhas, se já encontra traçado em nossa constituição espiritual a sanha das provas e expiações a serem passadas? Erramos, decerto. Tentamos burlar a Justiça Divina, mas sempre em vão. E o nosso desiderato não é senão aquele em que purgaremos nossos débitos sob o látego do choro e ranger de dentes. Não seria, pois, o destino à que todos acreditam piamente, mas sim, uma determinação superior onde bem e mal, sombra e luz são ligações que nos aprisionam ou nos libertam incondicionalmente da Fonte que nos criou.

Assim, cada escolha estará subjugada ao Determinismo Divino e não pela nossa exclusiva vontade. Livre-arbítrio???? Bem… Difícil satisfazer aqui as dúvidas e inquirições a respeito. Mas sosseguemo-nos. Nada nas Leis Divinas é por acaso. Apenas que analisemos melhor nosso Modus vivendus, nossos impulsos impensados, nossas escolhas sem prumo, para que assim, possamos compreender, na justa e acertada conduta, a Vontade de Deus acima das nossas. Comigo, Leitor Amigo?

09/12/2021 – Até na próxima quinta-feira pessoal.

Aécio César Aécio Emmanuel César
Médium de psicografia desde 1990, tarefeiro espírita na cidade de Sete Lagoas/MG.
--- Publicidade ---

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Share via