Entre no canal

Tentações… Quem estará imune a elas? O próprio Cristo não se viu tentado pelo demônio no sentido de adorá-lo? Mas Ele, acima de todo mal, soube tratar aquele espírito infeliz com as defesas do amor e da piedade. E nós? como estamos saindo delas, se o nosso fardo que arrastamos é mais de vícios do que de virtudes? Haveria um refrigério vindo de Deus? ou esse alívio partirá de nós mesmos quando tivermos a capacidade de interagir – Criador e criatura – mais afanosamente?

            Todos os dias assistimos pelos canais televisivos pessoas sob o domínio das tentações. Independentemente dessa ou daquela religião que não tem peso suficiente para afastá-las dos fieis por questões de sintonia, os espíritos por trás delas se manifestam de todas as maneiras cridas ou não cridas, física e espiritualmente falando.

            Há um misto de mistério e pavor que rondam as tentações torturando as almas presas à rosários e preces repetitivas. O crer se substancia com o ver, agora, acreditar nelas, é que são elas…

A mãe altruísta juntamente com as filhas em resgate do pai e marido não esmorecem. Essa mãe irá reencarnar novamente para recebe-lo como filho, juntamente com muitos dos seus seguidores. Será tarefa gloriosa para essa mãe, pois como relata André Luiz no livro “Libertação” no seu capítulo III intitulado “Entendimento”, pela mediunidade de Chico Xavier ela diz: “Receberá (o pai) no desdobramento da tarefa salvadora, tentações de toda espécie que lhe serão desfechadas pela colônia de ignorância, perversidade e delinquência a que atualmente se filia…”.

            Como sempre digo, toda tarefa salvadora demanda tempo, paciência, um grande amor, persistência e, sobretudo caridade em forma de acolhimento. A ignorância ainda grassa na superfície do planeta. Legiões de almas das sombras se banqueteiam na ignorância de muitos em não aceitarem suas investidas. Infelizmente o que mais acontece é que as religiões do mundo não preparam seus fiéis no sentido de despertarem para as ciladas dos espíritos infelizes moradores nas sombras. Até mesmo na Doutrina Espírita, dizia Chico, que os espíritas estão desencarnando mal. E acredito fielmente nisso.

            A violência que defrontamos no nosso dia a dia é a falta de crédito com relação à espiritualidade de todos nós. Difícil comungar com algo que não acreditamos porque não fomos bem orientados por familiares, igrejas, pelo meio em que vivemos, pois que, nas sociedades, tudo é caos.

            A perversidade nada de braçada em meio aos humanos despreparados das suas investidas. Somos quais filhotes no ninho sem proteção alguma. E o final disso tudo não preciso dizer, não é mesmo, pois quem sabe ler, pingo NÃO é letra ao contrário de que muitos falam sem analisar esse provérbio. Falta no mundo amor nos corações humanos. As religiões não estão dando conta das mentalidades que hoje enxameiam as agremiações religiosas procurando por respostas precisas mas só encontram é mais dúvidas, mais apreensões, mais decepções…

            A delinquência não se alimenta tão somente de jovens. Hoje todas as faixas etárias estão comprometidas com os mandos e desmandos de chefes trevosos que aterrorizam almas em desterro no planeta. Muitos destes não precisam estar perto da gente para nos envolver em seus miasmas alucinógenos. Através do magnetismo, eles agem livremente porque em muitos casos a sintonia se faz não deles com a gente, mas nós com eles deliberadamente. Solução sempre tem, saibamos disso. Nesse caso é imprescindível que estudemos. Devemos analisar essas investidas, saber como agem esses espíritos trevosos para que saibamos como combate-los não é mesmo? Prece é essencial, mas vigilância e estudo são pilares seguros para todos os instantes em que medra em nós o desconhecido.

            Como podemos observar as tentações existem por culpa nossa. Agora se quisermos afastá-las de nós nada melhor que ouvir nossa consciência. Ela nos salva as vezes de muitos incidentes sem que saibamos da intervenção de amigos e familiares. Mas devemos fazer nossa parte, sim, para que esse quadro esteja fortalecido pelos laços incomensuráveis do amor e da caridade. Comigo, Leitor Amigo?

16/12/2021 – Até a próxima quinta-feira pessoal.

Aécio César Aécio Emmanuel César
Médium de psicografia desde 1990, tarefeiro espírita na cidade de Sete Lagoas/MG.
--- Publicidade ---

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Share via